N Engenheiros
Subsídio de Natal é utilizado por 63% dos consumidores na compra de presentes

A percentagem de consumidores que adquirem presentes com recurso ao subsídio de Natal tem vindo a crescer.

Vidreira Louletano

Infiltração Zero

A percentagem de consumidores que adquirem presentes com recurso ao subsídio de Natal tem vindo a crescer (2014: 45%; 2015: 55%; 2016: 63%), aproximando-se agora do valor registado em 2012 (64%). Embora se verifique um crescimento significativo este ano, o valor ainda está aquém do assinalado em 2011 (81%).

Esta são algumas das conclusões do mais recente estudo do Observador Cetelem, que analisou o consumo em Portugal durante a época natalícia.

Entre os consumidores que utilizam o subsídio de Natal para comprar presentes, a maior parte (32%) tenciona gastar uma parte significativa do mesmo, enquanto 23% pensa gastar apenas uma pequena parte. Da totalidade dos que dizem que utilizam o subsídio de Natal, 8% afirmam que o mesmo não será suficiente para comprar todos os presentes.

É a faixa etária entre os 25 e os 34 anos que mais pretende utilizar o subsídio de Natal para comprar presentes (79%), seguida pela faixa etária entre os 35 e os 44 (78%). Este último grupo apresenta a maior percentagem de inquiridos que afirmam utilizar o subsídio de Natal na totalidade e de o considerar insuficiente (14%).

Este ano, verifica-se ainda que diminuiu a percentagem de inquiridos que referem não receber subsídio de Natal. Em 2015, este valor era de 26%, tendo descido para 19% em 2016.

«Verifica-se que a generalidade dos portugueses se tem mostrado mais otimista nos últimos dois anos, com mais consumidores a afirmar que vão utilizar o subsídio de Natal para a compra de presentes. Esta tendência poderá representar um sinal positivo, na medida em que os portugueses sentem que podem voltar a direcionar este rendimento extra para essa finalidade, ao invés de o aproveitarem para a compra de outros bens de maior necessidade», refere Pedro Camarinha, diretor de distribuição do Cetelem.

Este estudo foi desenvolvido em colaboração com a Nielsen, tendo sido realizados 600 inquéritos por telefone, a indivíduos de Portugal continental, de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 18 e os 65 anos, entre os dias 26 e 28 de setembro de 2016. O erro máximo é de +4.0 para um intervalo de confiança de 95%.

 

Ademar Dias

ÚLTIMAS

Há: 11 minutos

Há: 2 horas

Há: 5 horas

 

Localização

Rua dos Pelames - Terminal Rodoviário, 1º Andar 8800 Tavira, Portugal

 

 

 

 

 

Contactos

Telefone: +351 281 380 240

Emails:

Geral: horizontealgarve@gmail.com

Secretaria: horizontesecretaria@gmail.com

Redação: horizontenoticias@gmail.com

 
Zircon - This is a contributing Drupal Theme
Design by WeebPal.