N Engenheiros
Receitas fiscais sobem na UE mas Portugal está abaixo da média

As receitas fiscais aumentaram, em 2018, para os 41,7% do PIB na zona euro e os 40,3% na União Europeia (UE), com Portugal abaixo da média com 37,2%, segundo o Eurostat.

 

Vidreira Louletano

Infiltração Zero

As receitas fiscais aumentaram, em 2018, para os 41,7% do PIB na zona euro e os 40,3% na União Europeia (UE), com Portugal abaixo da média com 37,2%, segundo o Eurostat.

De acordo com dados hoje divulgados pelo gabinete de estatísticas europeu, a soma dos impostos e contribuições sociais em percentagem do produto interno bruto (PIB) aumentou dos 41,5% em 2017 para os 41,7% em 2018 na zona euro.

Na UE, as receitas fiscais subiram, no ano passado, para os 40,3% face aos 40,2% do PIB em 2017.

A França (48,4%), Bélgica (47,2%), Dinamarca (45,9%), Suécia (44,4%), Áustria (42,8%), Finlândia (47,2%) e Itália (42,0%) são os países que, no ano passado, apresentaram o maior peso de receitas fiscais em função do PIB.

No extremo oposto da escala estão a Irlanda (23,0%), a Roménia (27,1%), a Bulgária (29,9%), a Lituânia (30,5%) e a Letónia (31,4%), com os menores rácios.

Em Portugal, as receitas fiscais chegaram aos 37,2% do PIB em 2018 face aos 36,5% registados no ano anterior.

 

Ademar Dias

ÚLTIMAS

Há: 9 horas

Há: 4 horas

Há: 10 horas

 

Localização

Rua dos Pelames - Terminal Rodoviário, 1º Andar 8800 Tavira, Portugal

 

 

 

 

 

Contactos

Telefone: +351 281 380 240

Emails:

Geral: horizontealgarve@gmail.com

Secretaria: horizontesecretaria@gmail.com

Redação: horizontenoticias@gmail.com

 
Zircon - This is a contributing Drupal Theme
Design by WeebPal.