N Engenheiros
Pintura naturalista em destaque no museu Municipal de Faro

Exposição “Os Desvios da Natureza”, da coleção da Fundação Millennium bcp, patente até 20 de outubro.

 

Vidreira Louletano

Infiltração Zero

Columbano Bordalo Pinheiro, Silva Porto, Henrique Pousão e José Malhoa são alguns dos nomes da coleção de pintura naturalista da Fundação Millennium BCP, que estão em foco no Museu Municipal de Faro, desde 18 de julho. a exposição estará patente até 20 de outubro de 2019.

Estas e outras obras, entre elas peças de arqueologia, trabalhos do farense Carlos Porfírio e também dos artistas Pedro Tropa, Ilda David e René Bertolo, protagonizam os Desvios da Natureza, título da exposição.

A inauguração teve lugar no dia 18 de julho, às 18:30 horas, com visita guiada pelo curador da exposição, Nuno Faria. Contou ainda com as participações do Presidente da Câmara Municipal de Faro, Rogério Bacalhau, com o Presidente da Fundação Millennium bcp, Embaixador António Monteiro e com o Diretor do Museu Municipal de Faro, Marco Lopes.

 

Exposição a não perder:

O projeto expositivo "A Evolução do Braço", realizado em 2018 no Museu Municipal de Faro e que estabeleceu um diálogo entre a colecção Millennium bcp e o trabalho de artistas contemporâneos, estimulando a produção de obras novas e específicas ao espaço do Museu e à temática do receituário estético surrealista e prosseguindo uma colaboração que vem sendo desenvolvida entre as duas instituições, tem agora um novo capítulo com a exposição “Os Desvios da Natureza”.

A tematização da natureza é hoje, mais do que nunca, omnipresente no campo da arte contemporânea assim como em muitos outros domínios e disciplinas. Os desequilíbrios dos ecossistemas e a perda de biodiversidade abalaram definitivamente a fé no antropocentrismo e a posição do homem no mundo é hoje radicalmente questionada, mais não seja por dar à saciedade provas de não conseguir reverter o colapso ecológico que por crença no progresso promoveu.

Existe hoje a convicção de que o conhecimento científico já não é suficiente para nos pensarmos perante o mundo, as outras espécies e a natureza.

Regressar, pois, a um tempo em que a matéria da imagem pictórica foi uma das formas de retratar e de aferir essa presença, a um tempo visível e invisível, securizante e inquietante — o proclamado “espírito do lugar” — é não somente oportuno como é necessário. A pintura como coisa animista, sondagem materialista daquilo que nos rodeia, teve no impulso naturalista um dos seus momentos mais contraditórios e fascinantes: pintar da forma mais realista possível aquilo que se oferecia aos olhos era também, do avesso, pintar aquilo que era absorvido pelo corpo.

Neste jogo de aparentes contrários, nesta tensão a que a representação dá corpo, revisitamos a coleção de pintura naturalista do Millenium bcp, que integra um alargado leque de artistas-chave desse período dourado da arte portuguesa. Assim, no contexto do Museu Municipal de Faro, e em diálogo com as suas coleções, bem como com peças de artistas contemporâneos convidados, põe-se em cena uma polifonia de diferentes formas de abordar essa entidade: Natureza-Homem; Natureza-História; Natureza-Deus.

No âmbito do projeto e no decurso da exposição será publicada uma edição original, em formato de Guia do Museu, com um conjunto de textos inéditos, fotografias das novas intervenções no espaço do Museu e um discurso contemporâneo sobre o singular património da instituição, nomeadamente o Mosaico Romano, património nacional, reabilitado com o patrocínio da Fundação.

Obras das Coleções de Pintura Naturalista e de Arqueologia da Colecção Millennium bcp Alberto de Sousa Pinto, António Silva Porto, Aurélia de Souza, Carlos Reis, Columbano Bordalo Pinheiro, Falcão Trigoso, Henrique Pousão, João Vaz, José Malhoa, Miguel Ângelo Lupi, em diálogo com obras das coleções do Museu Municipal de Faro e do Museu Regional do Algarve Carlos Porfírio e peças de Ilda David, Pedro Tropa e René Bertholo mais Poemas de Alberto Caeiro.

 

Ademar Dias

ÚLTIMAS

Há: 4 horas

Há: 22 horas

Há: 1 dia

 

Localização

Rua dos Pelames - Terminal Rodoviário, 1º Andar 8800 Tavira, Portugal

 

 

 

 

 

Contactos

Telefone: +351 281 380 240

Emails:

Geral: horizontealgarve@gmail.com

Secretaria: horizontesecretaria@gmail.com

Redação: horizontenoticias@gmail.com

 
Zircon - This is a contributing Drupal Theme
Design by WeebPal.