Morre um peão atropelado a cada dois dias

Dados surgem no Relatório da Prevenção Rodoviária Portuguesa divulgado esta quinta-feira.

O relatório da Prevenção Rodoviária Portuguesa revela que, a cada dois dias, morre um peão. Segundo o documento, entre 2010 e 2016, morreram atropelados nas estradas portuguesas 1111 peões, o que representa um peão morto a cada dois dias.

"Estes números colocam Portugal com uma taxa de mortalidade nos peões acima da média europeia: 14 peões mortos por milhão de habitantes em Portugal contra 11 na UE", lê-se na nota.

Para José Miguel Trigoso, Presidente da PRP, “apesar da redução no número de vítimas mortais atropeladas entre 2010 e 2016 (-37%), continuam a morrer todos os anos mais de 100 peões, o que é inaceitável. Além disso, não se tem registado uma descida do número de feridos graves nem feridos leves. Estes dados mostram a necessidade de implementar medidas que invertam a situação.”

Os dados apresentados mostram a vulnerabilidade dos peões enquanto utentes da estrada – os atropelamentos são os acidentes com consequência mais graves, uma vez que representam 16,0% do total de acidentes com vítimas, mas dão origem a percentagens mais elevadas de mortos (22,3%) e de feridos graves (20,0%). 

 

Ademar Dias

ÚLTIMAS

Há: 5 horas

Há: 9 horas

Há: 14 horas

 

Localização

Rua dos Pelames - Terminal Rodoviário, 1º Andar 8800 Tavira, Portugal

 

 

 

 

 

Contactos

Telefone: +351 281 380 240

Emails:

Geral: horizontealgarve@gmail.com

Secretaria: horizontesecretaria@gmail.com

Redação: horizontenoticias@gmail.com

 
Zircon - This is a contributing Drupal Theme
Design by WeebPal.