N Engenheiros
Algarve: GNR faz balanço de operações conjuntas

Com o objetivo de responder às necessidades de segurança decorrentes do aumento de população que, todos os anos, se verifica na região algarvia, durante a época estival, a GNR, através do Comando Territorial de Faro, reforçado com meios da Unidade de Intervenção e da Unidade de Segurança e Honras de Estado, intensificou o patrulhamento nas áreas de maior afluência turística, empenhando recursos de várias valências, como a territorial, investigação criminal, intervenção, trânsito, proteção da natureza e do ambiente, patrulhamento ciclo, patrulhamento a cavalo, binómios cinotécnicos e militares das secções de prevenção criminal e policiamento comunitário.

Vidreira Louletano

Infiltração Zero

Com o objetivo de responder às necessidades de segurança decorrentes do aumento de população que, todos os anos, se verifica na região algarvia, durante a época estival, a GNR, através do Comando Territorial de Faro, reforçado com meios da Unidade de Intervenção e da Unidade de Segurança e Honras de Estado, intensificou o patrulhamento nas áreas de maior afluência turística, empenhando recursos de várias valências, como a territorial, investigação criminal, intervenção, trânsito, proteção da natureza e do ambiente, patrulhamento ciclo, patrulhamento a cavalo, binómios cinotécnicos e militares das secções de prevenção criminal e policiamento comunitário.

Para promover e facilitar o policiamento de proximidade com os turistas e numa conjuntura de cooperação internacional, contamos também com a presença permanente de militares da Guardia Civil do Reino de Espanha, da Gendamarie Nationale francesa e dos Carabinieri de Itália para a realização de patrulhamento misto, nas zonas balneares mais turísticas do Algarve, como é o caso de Albufeira.

No âmbito da prevenção e da fiscalização, e à semelhança do que tem efetuado ao longo do ano, a GNR realizou, nos meses de junho, julho e agosto, um conjunto de ações policiais em Albufeira, que visaram, por um lado, o combate à criminalidade, e por outro, a redução da sinistralidade rodoviária, nos principais eixos rodoviários, festas e romarias, eventos de grande dimensão e em locais de grande concentração de pessoas, em resultado das quais foram identificadas 107 pessoas por tráfico e consumo de estupefacientes, dos quais, 41 foram detidas. Foram ainda apreendidas 1341 doses de droga, das quais 718 doses de Haxixe, 558 doses de Cocaína, 42 doses de MDMA, 14 doses de Liamba e nove doses de Heroína.

Registaram-se ainda duas detenções por posse de arma proibida, uma por contrafação, uma por falsificação de título de condução estrangeiro, para que um menor de 17 anos pudesse adquirir bebidas alcoólicas, bem como 109 infrações relacionadas com atividades económicas e funcionamento de estabelecimentos, destacando-se 42 por venda ambulante, 38 por funcionamento de estabelecimento além do horário permitido, seis por publicidade não autorizada (distribuição de panfletos), quatro por realização de eventos na via pública, sem licenciamento, dois por falta de afixação de horário de funcionamento, dois por venda de tabaco sem estampilha, 10 infrações por venda e consumo de bebidas alcoólicas, 16 infrações por excesso de ruído emitido, comprovado por medição acústica, oito por utilização de recipiente de material contundente, uma por venda de bebidas alcoólicas após as 00h00 e uma por falta de afixações obrigatórias (proibida venda a menores e a quem se encontre notoriamente embriagado).

Durante o período em referência, foram fiscalizados mais de 1 600 condutores, em Albufeira, tendo sido detetados 96 condutores com excesso de álcool, dos quais 44 foram detidos por conduzirem com uma taxa crime igual ou superior a 1,2 gramas por litro (g/l). Há ainda a acrescentar 74 detidos por falta de habilitação legal para conduzir. Ainda no decorrer deste período, foram detetadas 914 contraordenações rodoviárias, das quais se destacam 77 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução, 36 por falta de inspeção periódica obrigatória, 23 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças, 17 por anomalias nos sistemas de iluminação e/ou sinalização e 15 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.

 

Ademar Dias

ÚLTIMAS

Há: 8 horas

Há: 1 dia

 

Localização

Rua dos Pelames - Terminal Rodoviário, 1º Andar 8800 Tavira, Portugal

 

 

 

 

 

Contactos

Telefone: +351 281 380 240

Emails:

Geral: horizontealgarve@gmail.com

Secretaria: horizontesecretaria@gmail.com

Redação: horizontenoticias@gmail.com

 
Zircon - This is a contributing Drupal Theme
Design by WeebPal.